Reduzir fonte Letra tamanho normal Aumentar fonte
Portuguese English French Italian Spanish

Água para consumo em Vila Nova da Barquinha entre as melhores do país

agua

A Águas do Centro é a entidade gestora que distribui a melhor água do país, revelou a Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos (ERSAR).
A empresa, que serve 17 municípios na zona Centro, entre os quais Vila Nova da Barquinha, recebeu no dia 19 de novembro o prémio ‘Qualidade exemplar da água para consumo humano’ da ERSAR, por “fornecer água para consumo humano de qualidade exemplar numa vasta área, que se estende desde a fronteira com Espanha até ao rio Nabão”.
A Águas do Centro abrange, na componente designada ‘em alta’ – ou seja, na captação, tratamento, adução e reserva de água também os municípios de Alvaiázere, Castanheira de Pêra, Castelo Branco, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Figueiró dos Vinhos, Idanha-a-Nova, Mação, Oleiros, Pampilhosa da Serra, Pedrógão Grande, Proença-a-Nova, Sardoal, Sertã, Tomar e Vila Velha de Ródão, além de alguns aglomerados do Sul do concelho do Fundão.

Revista municipal é exemplo nacional

barquinhaviva

A celebrar 15 anos de existência, a revista municipal “Barquinha Viva” foi reconhecida pela Agência para a Modernização Administrativa (AMA), como uma das boas práticas da Administração Pública (AP) em Portugal.
A publicação oficial do Município está, desde agosto de 2014, incluída no Mapa de Boas práticas da AP do site da Rede Comum do Conhecimento, uma Rede que apoia e fomenta a partilha de Boas Práticas na Administração Pública, inserida na AMA - Agência de Modernização Administrativa, sob a tutela da Presidência de Conselho de Ministros.
Numa altura em que as plataformas digitais assumem uma componente importantíssima na comunicação, a revista passou a ser publicada em formato exclusivamente digital. A opção da autarquia visa economizar recursos e tirar partido das novas tecnologias de informação, continuando a estabelecer um elo de ligação com os seus munícipes.
O número 31 da revista municipal de Vila Nova da Barquinha (julho de 2014) foi o primeiro em versão exclusivamente digital, que prescinde assim da publicação em papel.
A “Barquinha Viva” foi publicada pela primeira vez em dezembro de 1999. Surgiu com o objetivo de colmatar a escassez de informação acerca da atividade municipal veiculada para o exterior, num formato e numa linguagem acessível ao comum dos cidadãos. Sem periodicidade certa e com uma tiragem média de 4000 exemplares por edição, era distribuída em todo o concelho.
Atualmente, e com o início da publicação em versão unicamente eletrónica, o objetivo do Município é oferecer informação de qualidade, que vá de encontro aos atuais padrões de exigência dos cidadãos, em suportes modernos e de baixo custo.

Subcategorias

Esta página requer cookies para o seu bom funcionamento. Para mais informações consulte a politica de privacidade. Politica de privacidade .

Aceitar utilização de cookies
Politica de cookies