Reduzir fonte Letra tamanho normal Aumentar fonte
Portuguese English French Italian Spanish

Exercício da NATO com Posto de Atendimento no Centro Cultural

trident

Com o objetivo de apoiar e esclarecer as dúvidas dos cidadãos civis durante o exercício militar Trident Juncture15, que está a decorrer na região, a organização, da responsabilidade da Força de Resposta da NATO, tem em funcionamento no Centro Cultural de Vila Nova da Barquinha, até ao dia 6 de novembro, um Posto de Atendimento CIMIC (Civil-Military Cooperation).

O serviço funciona diariamente das 9h às 17h e é assegurado pela Companhia Geral CIMIC, que tem por missão a COORDENAÇÃO E COOPERAÇÃO CIVIL – MILITAR. No Trident Juncture 2015 para além da sua participação operacional no exercício, tem como responsabilidade a ligação com as autoridades locais e população da área territorial em que se vão desenrolar as operações militares, disponibilizando informação e minorando o impacto que o decorrer das atividades operacionais possa ter na vida das populações civis.

O Trident Juncture15 é um exercício militar de grande visibilidade que em Portugal vai decorrer nas zonas de Beja, Santa Margarida, Tancos (concelho de Vila Nova da Barquinha), Tróia e Setúbal, contando, em território nacional, com mais de 10 mil efetivos de 14 países.

O exercício contará com 940 militares integrados na Força de Resposta da NATO e 2220 militares nos meios complementares. Portugal disponibilizará mais 3000 militares que funcionarão como forças de apoio (HNS - Host Nation Support), totalizando cerca de 6000 efetivos portugueses envolvidos neste exercício.


Períodos de maior atividade

Região de Tancos, Vila Nova da Barquinha
23 a 28 de Outubro
Deslocamentos de forças e meios entre o Regimento de Engenharia nº1 (antiga Escola Prática de Engenharia) e o Cais de Tancos (maioritariamente antes das 08:00 e após as 18:00);
Utilização do Cais de Tancos;
Movimento de materiais no Rio Tejo.
25 a 27 de Outubro
Movimento de forças para a Unidade de Apoio da Brigada de Reação Rápida (antiga Base Aérea nº3) durante a noite e madrugada.
02 a 03 de Novembro
Deslocamentos de forças e meios entre o Regimento de Engenharia nº1 (antiga Escola Prática de Engenharia) e o Cais de Tancos (maioritariamente antes das 08:00 e após as 18:00);
Deslocamentos de forças e meios entre a Unidade de Apoio da Brigada de Reação Rápida (antiga Base Aérea nº3) e o Cais de Tancos (maioritariamente antes das 08:00 e após as 18:00).
 
Região de Arripiado, Chamusca
23 a 28 de Outubro
Colocação de brita à frente do cais do Arripiado para suavizar o declive. A brita será removida no final do exercício.
25 a 27 de Outubro
Movimento de forças entre o Campo Militar de Santa Margarida e a Unidade de Apoio da Brigada de Reação Rápida (antiga Base Aérea nº3) durante a noite e madrugada.
02 a 03 de Novembro
Após a transposição do Rio Tejo as forças deslocam-se para o interior do Campo Militar de Santa Margarida através de estradas e caminhos públicos e privados.

Barquinha integra nova empresa intermunicipal de gestão e tratamento de resíduos

rstj web

Vila Nova da Barquinha é um dos 10 municípios fundadores da RSTJ - Gestão e Tratamento de Resíduos, E.I.M., S.A., a nova empresa intermunicipal responsável pela recolha e tratamento de resíduos sólidos urbanos, criada em fevereiro de 2019. Após a aprovação, na reunião do executivo camarário do dia 14 de fevereiro de 2018, a adesão foi também aprovada na sessão da Assembleia Municipal de 20 de dezembro último.

A RSTJ vai suceder à Resitejo - Associação de Gestão e Tratamento dos Lixos do Médio Tejo, uma associação de direito privado que foi extinta na sequência deste processo. Além de Vila Nova da Barquinha integram a nova entidade os municípios de Alcanena, Constância, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Golegã, Torres Novas, Tomar, Santarém e Chamusca, local da sua sede social e instalações (Eco Parque do Relvão).

A sociedade tem por objeto não só a exploração e gestão de resíduos urbanos como também a limpeza urbana. Exerce atividades no âmbito das energias renováveis e valorização energética obtida a partir de resíduos. Pode ainda exercer funções na área dos sistemas de informação geográfica, defesa ambiental e outras atividades inerentes à captura, alojamento e abate de canídeos e gatídeos e outras espécies.

 

Crédito fotográfico: Armanda Ferreira, CM Torres Novas

Subcategorias

Esta página requer cookies para o seu bom funcionamento. Para mais informações consulte a politica de privacidade. Politica de privacidade .

Aceitar utilização de cookies
Politica de cookies