Reduzir fonte Letra tamanho normal Aumentar fonte
Portuguese English French Italian Spanish

Trilho Panorâmico do Tejo abre ao público

trilho

Esta é a história dos nossos trilhos. Luiz Vaz de Camões, Galiana, Castelo e Lampreia eram algumas das designações dos trilhos criados há mais de uma década pelos membros do Grupo de Cicloturismo Barquinhense, de Vila Nova da Barquinha, e que agora deram origem ao Trilho Panorâmico do Tejo. Há muito procurados pelos amantes de BTT de todo o país, os percursos junto aos rios Zêzere e Tejo ganharam fama pela beleza da paisagem natural e do património que os caracterizam.
A Câmara Municipal de Vila Nova da Barquinha uniu todos esses troços que se interligavam entre si e tornou o percurso mais seguro, com a introdução de pontes, passadiços, corrimãos, miradouros e áreas de lazer. A autarquia eliminou barreiras e obteve as respetivas autorizações e expropriações para garantir a passagem em toda a extensão do trilho, entre a foz do Rio Zêzere e Vila Nova da Barquinha.
O Trilho Panorâmico do Tejo foi integrado no projeto Rotas e Percursos do Médio Tejo, uma iniciativa da Comunidade Intermunicipal. Trata-se de um investimento de cerca de 300 mil euros, financiados em 85% através de fundos comunitários, através do Portugal 2020.
Aquele que é o primeiro percurso pedestre em homologação no concelho de Vila Nova da Barquinha foi integrado da Grande Rota do Tejo e é tecnicamente designado por GR12 E7 – Etapa Panorâmica Tejo – Almourol.
A obra foi inaugurada no sábado, dia 26 de fevereiro, num evento que contou com mais de uma centena de participantes, com a presença de autarcas e entidades locais, numa iniciativa aberta à população. Fernando Freire, Presidente da Câmara, acompanhado por António Ribeiro, Presidente da Assembleia Municipal, fizeram as honras da casa aos convidados, ciclistas e caminheiros que estrearam oficialmente o novo percurso.
O acontecimento contou com vários apontamentos históricos, momentos de degustação e animação, onde não faltaram personagens como Napoleão, a Rainha D. Maria II e o seu pajem, as lavadeiras da Fonte da Galiana, o Frade Ambrósio, os cavaleiros templários, o calafate e as mulheres do povo.
A organização da Câmara Municipal de Vila Nova da Barquinha teve a parceria do Grupo de Teatro da FOS – Formação Ocupacional de Seniores, restaurante Almourol, Galeria Gourmet “O Cantinho” e o apoio da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vila Nova da Barquinha.
O Trilho Panorâmico do Tejo está apto a receber visitantes durante todo o ano, que podem percorrê-lo a caminhar ou a pedalar, de forma gratuita. Tem uma extensão de cerca de 10,5 quilómetros à beira rio, num percurso linear com duração aproximada de 2h30m, de grau de dificuldade II (fácil), permitindo aos visitantes um contacto único com a natureza, num cenário de enorme beleza paisagística. Com passagem no Castelo de Almourol, monumento nacional que em 2021 assinalou o seu 850.º aniversário, o trajeto tem o Fluviário Foz do Zêzere, a Igreja Matriz de Tancos, o Parque de Escultura Contemporânea e o Centro de Interpretação Templário como outros pontos fortes deste novo produto turístico, rico em património histórico e natural.
Ainda no concelho de Vila Nova da Barquinha merecem destaque a Igreja Matriz de Atalaia - monumento nacional recentemente alvo de obras de requalificação, o Centro Integrado de Educação em Ciências, a Galeria do Parque (com curadoria da Fundação EDP) ou o roteiro de Arte Pública, um projeto artístico com obras espalhadas pelas ruas das vilas e aldeias de todo o concelho.

Trilho Panorâmico do Tejo: Cais Pai-Avô em obras

almourol trilho web

Com início em outubro de 2021, continuam a decorrer os trabalhos de construção do Trilho Panorâmico do Tejo, no concelho de Vila Nova da Barquinha.

Está em curso a empreitada de melhoria do acesso ao Cais Pai-Avô, na freguesia de Praia do Ribatejo. A intervenção prevê a execução de um pavimento de calçada para acesso ao rio, que procura dotar o atual caminho em terra batida de resistência e condições de circulação pedonal e viária, permitindo o acesso de pessoas e veículos ao rio Tejo, com vista à recolha e largada de embarcações de pequena e média dimensão.

Junto ao rio serão colocadas estruturas para estadia dos pescadores, sendo uma mais valia para os utilizadores da rampa de acesso ao rio, bem como os visitantes do Trilho Panorâmico do Tejo, para repouso e contemplação da paisagem ribeirinha.

A requalificação do caminho contribuirá para lhe dar forma, garantindo em simultâneo a sua perfeita integração na paisagem. A rampa foi repensada, aumentando o seu comprimento e largura de forma a garantir e possibilitar a manobragem de atrelados de barcos para colocação na água, criando assim condições de melhor acessibilidade ao rio, possibilitando a realização de atividades de lazer num cais histórico para a Freguesia da Praia do Ribatejo e para o Concelho de Vila Nova da Barquinha.

Integrado no projeto Rotas e Percursos do Médio Tejo, uma iniciativa da Comunidade Intermunicipal, o percurso do Trilho Panorâmico do Tejo tem uma extensão de cerca de 10,5 quilómetros à beira rio, entre a foz do rio Zêzere, em Constância, e Vila Nova da Barquinha, permitindo aos visitantes um contacto único com a natureza, num cenário de enorme beleza paisagística. Com passagem no Castelo de Almourol, monumento nacional que em 2021 assinalou o seu 850.º aniversário, o trajeto dispõe de passadiços, corrimões, miradouros e áreas de lazer ao longo de toda a extensão. O Fluviário Foz do Zêzere, a Igreja Matriz de Tancos, o Parque de Escultura Contemporânea e o Centro de Interpretação Templário são outras atrações deste novo produto turístico, rico em património histórico e natural.

Ainda no concelho de Vila Nova da Barquinha merecem destaque a Igreja Matriz de Atalaia - monumento nacional recentemente alvo de obras de requalificação, o Centro Integrado de Educação em Ciências, a Galeria do Parque (com curadoria da Fundação EDP) ou o roteiro de Arte Pública, um projeto artístico com obras espalhadas pelas ruas das vilas e aldeias de todo o concelho.

O “Trilho Panorâmico do Tejo” deverá abrir ao público no final de fevereiro de 2022, estando, entretanto, a decorrer os trabalhos finais de limpeza de terrenos e de colocação de sinalética.

Esta página requer cookies para o seu bom funcionamento. Para mais informações consulte a politica de privacidade. Politica de privacidade .

Aceitar utilização de cookies
Politica de cookies